Arquivo da categoria: Crônicas do cotidiano

Golpe na liderança – Parte II

Continuação do post da semana passada Depois de ouvir isso de Ana Clarissa, a mãe subiu nas tamancas: “O seu pai internado em um país estranho e você vem me encher o saco com liderança de sala?!? Tenha paciência, minha … Continuar lendo

Publicado em Crônicas do cotidiano | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Golpe na liderança – Parte I

Ana Clarissa era uma menina espoletada. Desde pequena, transformou-se em líder natural de seu grupo. Parte porque seu charme exercia uma atração irresistível sobre os liderados, como um pólo elétrico atraindo seu oposto. Parte porque, à falta de quem se … Continuar lendo

Publicado em Crônicas do cotidiano | Marcado com , , , | 1 Comentário

Acreditando na criança

Rafael nunca fôra o mais forte dos bebês. Desde a mais tenra idade rejeitava comida e dava trabalho quando queriam pô-la em sua boca. No mais das vezes, os estressantes momentos da refeição eram resolvidos de duas formas: ou os … Continuar lendo

Publicado em Crônicas do cotidiano | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Precisão na linguagem

Carlinhos nunca dera sorte na vida. Não tinha nascido pobre, mas tampouco se poderia dizer que era rico. Não era feio, mas estava longe de ser bonito. Não era exatamente antipático, mas era difícil haver quem simpatizasse com ele. Entre … Continuar lendo

Publicado em Crônicas do cotidiano | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Traduzindo nomes

Desde criança, Charles mostrava-se um sujeito teimoso. Quando uma coisa entrava a sua cabeça, nem a fórceps alguém conseguia tirar. Podia ser a coisa mais evidente do mundo, mas o sujeito ia em frente com a sua convicção até o … Continuar lendo

Publicado em Crônicas do cotidiano | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Passando no vestibular

Quem é mais novo nunca vai saber, mas nada era mais terrível para um adolescente do que o vestibular. Tragédia em forma de questões, o vestibular detonava os nervos de qualquer um à medida que a fatídica data do exame … Continuar lendo

Publicado em Crônicas do cotidiano | Marcado com , , , | Deixe um comentário

O Coronel e a socialite

Militar é um bicho estranho. Forjado numa instituição estruturada em torno da disciplina e da hierarquia, o militar adora exercer a autoridade, mas de vez em quando tem ojeriza a seguir ordens, especialmente quando ela vem de alguém de quem … Continuar lendo

Publicado em Crônicas do cotidiano | Marcado com , , , | Deixe um comentário