Filé mignon ao molho madeira com risoto à la milanese

Sexta-feira é sempre um dia mais leve. Dia de desopilar e se preparar para um final de semana relaxante.

Já que o espírito é este, vamos a uma das seções mais procuradas deste blog: Culinária.

E o prato do dia é um clássico da cozinha mundial: Filé mignon ao molho madeira com risoto à la milanese.

Filé mignon ao molho madeira com risoto à la milanese

Para começar, basic principles. Primeiro: Filé ao molho madeira só se faz com vinho tinto da Madeira (a ilha). Qualquer outra coisa será só uma imitação barata do prato. Segundo: risoto não é arroz de forno, mas algo completamente diferente (e mais gostoso).

Comecemos pelo mais fácil, o risoto.

Para preparar um típico risoto milanês, você vai precisar de:

1 – 2 xícaras de arroz arbóreo (um tipo mais gordinho, que absorve mais água, próprio para a receita);

2 – 1 cebola picada;

3 – 1 cubo de caldo de galinha;

4 – 2 colheres de sopa cheias de manteiga;

5 – 2 colheres de chá de açafrão;

6 – 1/2 xícara de vinho branco seco;

7 – 1/2 xícara de queijo parmesão ralado, para gratinar;

8 – 3 xícaras de água.

A primeira coisa a fazer é pegar uma xícara de água quente e derreter o cubo de galinha dentro. Deixe reservado para usar posteriormente. Feito o caldo, pegue uma panela e refogue a cebola com um pouco de azeite ou manteiga. Depois de dourá-la, junte o arroz e refogue um pouco, para pegar gosto. Feito isto, despeje o vinho branco. Mexa durante uns 2 minutos, para evaporar um pouco o álcool. Diminuída a quantidade de álcool, é só despejar aos poucos o caldo de galinha. Siga mexendo sem parar, para que o arroz não grude no fundo da panela.

O tempo total de cozimento do arroz varia, mas normalmente fica em torno de uns 15 minutos. Quando ele estiver bem cozido, desligue o fogo. Adicione as duas colheres de manteiga, o açafrão e o parmesão. Misture tudo bem misturado, por uns 2 ou 3 minutos. Voilà. O acompanhamento de seu filé já está pronto.

O filé propriamente dito também não toma muito tempo. O grande segredo reside na seqüência dos ingredientes. Para fazê-lo você vai precisar de:

1 – 1/2kg de filé mignon;

2 – 1 cebola picada;

3 – 1 cubo de caldo de carne;

4 – Sal, alho e pimenta do reino a gosto;

5 – 100g de champignon cortado em fatias;

6 – 1 colher de chá de maisena;

7 – E, claro, vinho tinto da Madeira (200 ml bastam).

A primeira coisa é temperar a carne. Tempero os bifes de filé com sal, alho e pimenta do reino a gosto. Cuidado só para não exagerar. Antes de fritar os bifes, dissolva o cubo de caldo de carne numa xícara de água quente, do mesmo jeito que você fez no risoto. Feito isto, ponha azeite ou manteiga numa frigideira e frite os bifes. Depois de dourados, retire-os da frigideira mas não jogue fora o molho que ficou nela. Despeje na mistura o vinho tinto e o caldo de carne. Mexa bem. Coloque depois o champignon. Continue mexendo. Por fim, coloque a colher de maisena e mexa até engrossar um pouco. Normalmente, o molho estará no ponto quando a quantidade de líquido na frigideira descer até a metade do que fora posto inicialmente.

Aí, é só arrumar no prato o filé juntamente com o risoto e você terá uma das mais chiques e gostosas refeições que o ser humano já inventou.

Recomendo, no entanto, que você a reserve para grandes ocasiões ou para grandes visitas. Afinal, você não vai gastar todos os seus dotes culinários com quem não merece, não é?

Anúncios
Esse post foi publicado em Culinária e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.