11 anos Dando a cara a tapa – Semana especial de aniversário: As previsões econômicas de 2022

Dando início às comemorações do décimo primeiro aniversário do Dando a cara a tapa, vamos retomar um dos esportes favoritos deste espaço: meter o pau no tal de “Mercado”.

Quem acompanha o Blog há algum tempo está a par do profundo desprezo que este que vos escreve nutre pelos çábios das finanças. Reunidos pelo Banco Central numa lista pomposa de nome “Focus”, as previsões desses gurus do mercado financeiro são levadas a sério por muita gente, inclusive o próprio BC, que usa a média das previsões desses analistas como base para sua política monetária (se os juros sobem ou não).

O que muita gente boa não sabe é que as previsões desses caras valem tanto quanto a da cartomante da esquina. A diferença é que a cartomante normalmente não faz segredo quanto à picaretagem do seu serviço, ao passo que o pessoal de “O Mercado” vende o seu peixe como se eles fossem a última Coca-Cola do deserto, alguma espécie de oráculo que pudesse antecipar o futuro. Na realidade, porém, o buraco é muito mais embaixo.

Submetidos ao descaramento absoluto do Autor do Blog, o vexame que esses çábios passam a cada ano tem sido histórico. Salvo engano, em oito disputas, o Dando a cara a tapa vai goleando o pessoal da Faria Lima por 6 a 2. E olha que o empate favorece quem joga em casa, isto é, se a quantidade de erros e acertos for equivalente, quem ganha é “O Mercado”.

Submetidos a um glorioso refresco no ano passado, quando o embate com a chutometria supostamente avançada dos analistas foi deixado de lado em favor de uma previsão mais alongada, sobre o que se passaria nesta década de 20, agora é hora de retomar a partida. Para quem não está familiarizado com o jogo, as regras são simples: toma-se as previsões do Boletim Focus da primeira semana do ano e os chutes deste que vos escreve. Distribuídos em cinco categorias (inflação, dólar, PIB, balança comercial e taxa de juros), são comparados os meus chutes com os chutes dos çábios. Quem acertar a previsão ou chegar mais próximo, pontua no quesito. No final, contam-se os pontos para saber quem levantará a taça.

Sem mais delongas, vamos às previsões econômicas deste ano de 2022:

1 – Inflação:

– Focus: 5,03%.

– Blog: 6,4%.

2 – Dólar:

– Focus: R$ 5,60.

– Blog: R$ 5,15.

3 – PIB:

– Focus: 0,28%.

– Blog: -0,35%.

4 – Saldo da balança comercial:

– Focus: US$ 55,50 bilhões.

– Blog: US$ 60 bilhões.

5 – Taxa de juros ao final do ano:

– Focus: 11,75%.

– Blog: 11%.

A sorte, pois, está lançada. No ano que vem veremos se o Blog continua com os chutes apurados ou se, para variar, o Mercado vai conseguir diminuir um pouco o resultado vexaminoso que vem colhendo até aqui.

Quem viver, verá.

Esse post foi publicado em Economia e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.