Uma dúvida cruel

Para quem não sabe, uma das tarefas do blogueiro é administrar os comentários.

Há quem deixe os comentários liberados, admitindo todo e qualquer tipo de besteira.

Eu, particularmente, prefiro deixar com estar: liberando os comentários (sem censura, diga-se de passagem) após uma breve leitura. Somente os realmente ofensivos que não oferecem qualquer argumento são eliminados; os demais são aprovados, mesmo – e principalmente – aqueles que se dedicam a esculhambar este que vos escreve.

No meio de tudo isso, há os malditos spams. Creiam-me: há duas vezes e meia mais comentários do que spams diariamente chegando à caixa do blog. Outro dia, o blog ultrapassou a marca (?!?) de 1500 spams recebidos.

Tudo bem que o WordPress ajuda um bocado. Mas quem tiver uma dica de como evitar spams, por favor não hesite em deixar sua contribuição para o bom funcionamento do espaço.

Penhorada, a casa agradece.

O Autor

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.