Semana Especial de Aniversário – As maiores bolas foras do Blog: “Santos x Barcelona”

Dando sequência ao especial de aniversário aqui do Blog, subitamente interrompido pelo trágico acidente que vitimou o Ministro Teori Zavascki, vamos retomar as previsões mais furadas já publicadas neste espaço.

Depois da não reeleição de Obama, a medalha de prata vai pra seção de Esportes. Como você poderá ver abaixo, o Autor foi um dos poucos – senão o único – a cravar que o Santos de 2011 poderia bater o Barcelona de Messi e Guardiola. Como todo mundo sabe, a partida acabou numa impiedosa goleada de 4×0, sem que o time da Baixada Santista tenha sequer visto a cor da bola.

O que demonstra que, como comentarista de futebol, o Autor é apenas um bom palpiteiro…

😉

 

Santos x Barcelona

Publicado originalmente em 16.12.11

 

Domingo, 7h30m, todo mundo que gosta de futebol vai ligar a telinha para assistir ao – provavelmente – melhor jogo de futebol da década.

De um lado, o Santos, o melhor time do país do futebol; um craque em ascensão (Neymar), aumentando cada vez mais o nível de “auge de sua carreira”; e outro em fase ainda de afirmação (Ganso), que carrega consigo um ano marcado por lesões e dúvidas quanto à sua real capacidade de definir jogos.

Do outro, o time mais fantástico desde a década de 60. Sim, pois, depois de Santos de Pelé, Botafogo de Garrincha e Real Madrid de Puskas e Di Stefano, nunca houve um time a reunir tantos craques tão coesos e tão entrosados entre si.

O Barcelona tem Messi, uma máquina de correr com a bola e driblar adversários. Tem Xavi, um verdadeiro maestro do meio de campo. Tem ainda Iniesta, que ainda hoje ninguém definiu se é meia ou se é atacante, tal é a qualidade com que desenvolve ambas as funções. Isso sem falar em Daniel Alves, Puyol e Cia. Ltda.

“Quem vai ganhar?”

Essa é a pergunta de um milhão de dólares.

O favorito, claro, é o Barcelona. Favorito não só porque tem mais craques, mas porque joga junto há muito tempo, seguindo um mesmo estilo de jogo, e esse estilo de jogo é altamente eficiente. Marcando por pressão na saída de bola, o Barcelona sufoca o adversário, não o deixando produzir em campo. Ao mesmo tempo, domina a bola e a faz rodar com uma paciência budista, sempre esperando o momento certo para forçar um ataque mais agudo.

Já o Santos é um time, por assim dizer, mais previsível. Joga no velho 4-4-2 que assola o Brasil desde o começo da década de 90. O que o torna diferente são os jogadores que o compõem. Neymar e Ganso, juntos, podem destruir qualquer defesa adversária, e a defesa não é lá o ponto mais forte do Barcelona. Não fosse a marcação por pressão, é possível que o time não ganhasse tão facilmente como acontece.

Para ganhar, a meu ver, o Santos precisará da combinação de três fatores. Primeiro, Neymar tem que jogar tudo o que sabe. Segundo, Ganso tem que jogar tudo o que sabe e mais um pouco. Por último, a defesa não pode falhar.

É difícil? Sem dúvida. Mas o futebol já se cansou de desmentir previsões. Que o digam as finais de 54, vencida pela Alemanha contra a fantástica seleção húngara, e a de 74, vencida pela mesma Alemanha contra o carrossel holandês.

Mesmo no Mundial de Clubes os melhores times nem sempre vencem. O próprio Barcelona perdeu para um time inferior em 92 (São Paulo de Raí) e, alguns anos mais tarde, perderia para o Inter de Porto Alegre, tendo do outro lado um Ronaldinho Gaúcho supostamente no auge.

Fora isso, ainda quando ganham, os times europeus mais bem estruturados costumam suar a camisa para vencer. Lembro-me como se fosse hoje da final entre Vasco e Real Madrid. Todos prediziam um massacre madrilenho, que se anunciou quando Nasa (salvo engano) fez um gol contra no primeiro tempo. No segundo, o que se viu foi um massacre vascaíno. Depois de empatar com Juninho Pernambucano, o Vasco perdeu 3 ou 4 gols em ataques pela esquerda com Felipe. Em um contra-ataque, o único do Real Madrid no segundo tempo, já no final do jogo, Raul marcou o segundo e decretou a vitória madrilenha. Ganharam, sim, mas com as calças nas mãos.

Eu, de minha parte, vou seguir o conselho deste blog. Dando a cara a tapa, cravarei Santos 3×2 Barcelona.

Se o Santos ganhar, ficarei com os louros.

Se perder, bem… Pelo menos valeu a torcida.

Anúncios
Esse post foi publicado em Esportes e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s