Filetto alla Parmigiana

Quando se fala em culinária italiana, a primeira coisa que vem à cabeça são suas famosas massas: pizzas, lasanhas, nhoques, espaguetes, enfim.

Mas nem só de hidratos de carbono vive o homem. E os habitantes da Bota já se deram conta disso há muito tempo. Não à toa, além das deliciosas massas, a culinária italiana é também conhecida pela excelência de suas carnes. Por isso mesmo, vamos a uma das mais tradicionais e populares receitas da Lácio: o filé mignon à parmegiana.

Filé mignon à parmegiana

Para preparar a receita, você vai precisar de:

1 – 500g de filé mignon;

2 – 5 tomates maduros, sem pele (Se estiver com preguiça, pode substituir pelo velho e bom molho de tomate);

3 – Sal, alho e pimenta a gosto;

4 – 50ml de vinho tinto;

5 – 1 xícara de farinha de rosca;

6 – 1 xícara de farinha de trigo;

7 – 2 ovos;

8 – 100ml de azeite;

9 – 200g de mussarela.

Primeira coisa: se você escolheu os tomates e não o molho de tomate, bata-os  no liquidificador e depois passe pela peneira, para retirar as sementes. Feito isso, bata os ovos, com gema e tudo, até ficarem uniformes. Em dois pratos emparelhados lado a lado, coloque a farinha de trigo e a farinha de rosca.

Feito isto, pegue o filé mignon. O ideal é tê-lo cortado em fatias finas, tipo escalope. Isso deixará o bife mais “sequinho” depois da fritura. Tempere-os com sal, pimenta e alho a gosto. Depois, passe-os no prato com farinha de trigo (lembrando-se de passar dos dois lados do bife, claro). Em seguida, faça o mesmo no recipiente que contém os ovos batidos. Finalmente, repita o procedimento com a farinha de rosca.

Lambuzado o bife, hora de colocá-lo na frigideira com o azeite. O mais importante nessa hora é deixar a frigideira bem quente, de maneira que o bife frite rápido e, por conseguinte, absorva a menor quantidade de óleo possível. Vire para fritar por igual dos dois lados, até que ambos estejam dourados. Por fim, retire-os da frigideira e os coloque numa forma com papel absorvente, para retirar o excesso de óleo.

Uma vez preparados os bifes, o resto é simples. Ponha-os numa forma refratária e os cubra com o molho de tomate. No final, cubra a mistura com a mussarela. Se quiser e for aficcionado por queijo, você pode ainda colocar um pouco de queijo ralado. Nesse caso, o ideal é espalhar ao lado do bife, de maneira a deixar a mistura com uma aparência mais harmoniosa. Os hereges ainda lançariam batata palha por cima de tudo, mas, salvo se você quiser fazer com que seu prato fique com a cara de cachorro-quente de esquina, fuja dessa tentação.

Voilà. Está pronto um deliciosíssimo filé mignon. Como se trata de um prato muito “molhado”, para acompanhar prefira um arrozinho básico, mesmo. No máximo, uma salada americana ou as indefectíveis batatas fritas. Do contrário, a mistura pode não ficar muito agradável.

Uma vantagem do esquema “parmegiano” é também a sua versatilidade. Se não quiser, você pode trocar o filé mignon por frango. Ou, se você fizer a linha vegetariana, é possível ainda substituir o filé por fatias de berinjela.  De uma forma ou de outra, será satisfação garantida em 11 de cada 10 mesas que você vier a servir.

Esse post foi publicado em Culinária e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Filetto alla Parmigiana

  1. Orival henrique seola disse:

    Adorei a receita mandem mais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.