Bolinho de cenoura

E já faz mais de um ano desde que a seção mais inopinadamente visitada deste espaço foi agraciada com um post para chamar de seu. Sim, porque a maioria das pessoas que inadvertidamente vem parar neste recanto esquecido da world wide web em regra estão em busca de alguma boa receita para adoçar o seu dia. Sendo assim, vamos apresentar uma receita simples e rápida, destinada principalmente aos miúdos em fase de introdução alimentar e – por que não? – também para a galera fit, que gosta de receitas “nutricionalmente corretas” e saudáveis. Eis que vos apresento, portanto, o bolinho de cenoura:

Bolinho de cenoura

Para preparar um bolinho de cenoura, mais do que os próprios ingredientes, você vai precisar basicamente das forminhas de empadas e de um mixer de comida. Se não tiver o mixer, vale usar o velho e bom liquidificador, embora o trabalho para limpá-lo depois seja muito maior. Com os apetrechos em mãos, você precisa reunir em sua bancada da cozinha:

1 – Uma cenoura média;

2 – Um ovo;

3 – Uma xícara de leite;

4 – Uma xícara de farinha (pode ser a integral, para quem é mais fitness);

5 – Uma colher de chá de fermento;

6 – Salsa ou coentro;

7 – Sal e pimenta do reino a gosto;

8 – Manteiga e farinha para untar as forminhas.

A preparação é absurdamente fácil. Basta descascar a cenoura e depois colocar tudo no mixer. Bata bem, até que a cenoura esteja triturada e todos os ingredientes incorporados numa massa uniforme. Despede depois nas forminhas uma porção de cada. Geralmente a “dose” da forminha é o equivalente a uma colher de sopa bem cheia, mas isso pode variar um pouco. Só não enche até a borda, porque, obviamente, o bolinho vai “inchar”. Normalmente, essa receita rende o equivalente a doze unidades.

Uma vez colocada a mistura nas forminhas, basta levar ao forno pré-aquecido por volta de 20 a 25 minutos. Na dúvida, aqui vale a mesma regra dos bolos comuns: espete a massa com um garfo; se ele sair limpo, o bolinho está cozinhado; se sair ainda melado, é sinal de que precisa de mais algum tempo assando.

O melhor dessa receita é que ela aceita praticamente tudo. Melhor explicando, você pode substituir a cenoura por beterraba ou por abobrinha, por exemplo. E, para crianças que estão em introdução alimentar, elas vêm bem a calhar não somente porque são uma refeição completa, mas também porque podem ser manuseadas com a mão, o que facilita a aderência dos pequenos ao novo “prato” que lhes está sendo servido.

Para os adultos, claro, fica a dica para usar os bolinhos nos lanches da manhã ou da tarde, porque é entre as refeições principais que eles provavelmente serão mais úteis, ajudando a disfarçar a fome sem implicar grandes ganhos calóricos. Para quem estiver afim de “baixar um pouco o nível” da receita e adicionar algum ingrediente mais dirty, eu recomendo vivamente acrescentar um pouco de queijo parmesão ralado. O gostinho do queijo adicionará um agradável sabor salgado à mistura, fazendo com que até os paladares mais avessos pensem que estão a provar alguma junk food.

Voilà. Uma receita simples, fácil, saudável e que certamente agradará aos paladares de todas as idades.

Esse post foi publicado em Culinária e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.