O milagre da multiplicação dos pontos do cartão

Atendendo a uma demanda de minha querida KG, vou explicar como funciona o milagre da multiplicação dos pontos de fidelidade dos cartões de crédito.

Confesso que faço isso com uma pequena ponta de receio, pois vai que os bancos ficam sabendo que tem gente espalhando isso e depois cortam o barato. Mas – vai – vou correr o risco.

Quase todos os cartões de crédito de bancos têm um programinha básico de fidelidade. Quanto mais você gasta, mais pontos ganha no programa de fidelidade. Depois, você pode transferir esses pontos pra TAM ou pra GOL e trocar por passagens aéreas, por exemplo. (Há ainda outras opções, mas aqui vou me centrar nesssas duas). Isso, obviamente, utilizando o cartão na função crédito.

O que pouca gente sabe é que também na função débito você pode acumular pontos. Ok, é menos do que na função crédito, mas ainda assim, somados, esses pontos podem fazer a diferença pra saber se você vai poder viajar para o exterior “no preço” ou não.

Normalmente, na tabela de conversão dos pontos, pra cada US$ 1 gasto na função crédito, você ganha um ponto no programa. Na função débito, essa conversão fica na base de US$ 2 gastos pra cada ponto ganho.

“Sim, tudo bem, e daí? Qual é o lance da multiplicação?”

Seguinte: em alguns supermercados e em algumas farmácias (Pague Menos, por exemplo), você pode efetuar o pagamento de boletos utilizando o cartão de débito do banco. Você pode, por exemplo, pagar contas de luz, água, telefone, prestação de casa, carro, etc., tudo no caixa do supermercado ou da farmácia. O sujeito calcula o valor total, depois você apresenta o cartão e esse valor é debitado da sua conta.

O que quase ninguém sabe – e os bancos fazem questão de esconder – é que, ao fazer pagamento de conta desse modo, o cartão não reconhece o débito como pagamento de boleto, como acontece quando você paga em caixa eletrônico, por exemplo. Pro cartão, é como se você estivesse fazendo uma compra naquele estabelecimento (Supermercado ou Farmácia) daquele valor. Em bom português: ao pagar suas contas no caixa, você ganhará pontos no cartão, como aconteceria se você fizesse uma compra normal.

Se você perguntar expressamente isso ao seu gerente, ele vai jurar de pé junto que é mentira, que isso não existe e etc. e tal. Já vi acontecer com vários amigos; inclusive comigo mesmo. Mas o fato é: tente fazer isso e depois olhe seu extrato de pontos do programa de fidelidade. Você verá que, no dia em que fez o pagamento das contas, constará a pontuação do programa equivalente ao que você “gastou” naquele dia.

Há ainda uma forma mais radical de “multiplicar” os pontos. Por dever de honestidade intelectual, devo dizer que quem me ensinou essa foi ACMFilho.

Alguns cartões de crédito permitem que você “pague” os boletos por meio deles, ou seja, que você  “pague” uma conta no dia, mas o valor só virá cobrado na sua próxima fatura. Nesse caso, pra efeito de pontuação, constará como compra efetuada, e os pontos serão convertidos normalmente.

O que ACMFilho fazia?

Lançava todas as contas no Hipercard, inclusive a própria fatura do cartão de crédito do BB.  Os gastos do Hipercard, por sua vez, viravam pontos do BomClube, que posteriormente poderia ser transferidos para a TAM ou para a GOL. Além disso, ele pagava a conta do Hipercard no próprio supermercado Bompreço, e esse valor assim virava pontos na função débito.

Desse modo, o mesmo real gasto na fatura do BB virava: um ponto no BomClube; 0,5 ponto no próprio cartão BB utilizado na função débito. A quantidade de pontos era multiplicada por 2,5.

Obviamente, o pagamento das contas em cartão de crédito só vale a pena se não for cobrada nenhuma tarifa, como era o caso do Hipercard. Em abril, essa moleza termina. Mas há outros bancos que disponibilizam para o cliente o pagamento de contas via cartão de crédito com isenção de tarifa. Basta pesquisar.

Com os pontos – e isso eu nem precisava dizer – você pode viajar pra qualquer lugar do país ou do exterior, a depender da quantidade que arrebanhe.

Agora, sabendo dessas dicas, planeje direitinho o pagamento de suas contas e seu  único problema será saber pra onde viajar no final do ano.

Esse post foi publicado em Dicas de viagem, Variedades. Bookmark o link permanente.

4 respostas para O milagre da multiplicação dos pontos do cartão

  1. Kellyne disse:

    Dica fortíssima, Arthur! Vou ver se consigo implantá-la aqui em casa! Bjos

    • arthurmaximus disse:

      Dá trabalho. Mas, no final das contas, vale a pena, pelo quanto você pode economizar em passagens. Mas não espalha muito pros bancos não detonarem o esquema, ok? hehehe Beijos.

  2. eu mesmo disse:

    Melhor que tudo isso. Pagar uma fatura em outro cartão. Tirar desse segundo uma fatura avulsa e pagar no primeiro. E continuar o ciclo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.