Nem sempre o original é melhor

Todo mundo diz que sempre o original é melhor do que a cópia. Em música, nem sempre é bem assim.

Às vezes, o compositor da música – por mais que a tenha feito – não consegue sacar qual o melhor tom pra letra. Há certas emoções que ficam latentes na parte escrita, mas que não são refletidas na sonoridade da canção.

Não que a música fique ruim ou soe mal aos ouvidos. Mas fica no ar a impressão de que a música tinha algo mais a dar, e o compositor deixou passar.

Quer um exemplo?

Veja For once in my life, de Stevie Wonder. A letra é belíssima, mas, na versão original, parece que há algo fora do lugar. O ritmo da música parece traduzir uma alegria trivial, comum, quando a letra sugere algo único, definitivo, uma alegria verdadeiramente extasiante. Veja o original:

Agora, veja a mesmíssima canção cantada de forma exuberante pela Gladys Knight:

Qual das duas é a melhor?

Abaixo, a letra da música:

For Once In My Life

Stevie Wonder

For once in my life I have someone who needs me

Someone I’ve needed so long
For once, unafraid, I can go where life leads me
And somehow I know I’ll be strong

For once I can touch what my heart used to dream of
Long before I knew
Someone warm like you
Would make my dreams come true

For once in my life I won’t let sorrow hurt me
Not like it hurt me before
For one, I have something I know won’t desert me
I’m not alone anymore

For once, I can say, this is mine, you can’t take it
As long as I know I have love, I can make it
For once in my life, I have someone who needs me

Esse post foi publicado em Música. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Nem sempre o original é melhor

  1. Kellyne disse:

    A música é realmente muito bonita e também é ótima a versão do Michael Bublé! Bjos

    • arthurmaximus disse:

      Acabei de ver a versão do Michael Dublé. Ele segue o ritmo do Frank Sinatra (Old Blue Eyes, hehehe). É bem interessante, embora ache a versão da Gladys Knight um pouco superior, pela emoção que ela empresta à letra. Bjos.

  2. Amaral disse:

    Cara, assim que vi a foto do Stevie Wonder e o nome da música, veio, de imediato, a voz da Gladys Knight, a melodia… A música ficou muito mais linda, ganhou nova vida – com todo o respeito ao Stevie. Lembrei-me agora de Yesterday cantada pelo Ray Charles. Abç

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.