Despontando para o anonimato – Semana Especial de Natal: No hit wonder

Dando seqüência à semana de resgate daqueles caras que, na realidade, nunca fizeram sucesso na música, mas estranhamente persistiam na mídia como carrapato em cachorro, vamos ao protótipo mais bem acabado da espécie: Marylin Manson.

Marylin Manson

Pois é, meus caros. A figura mais tosca, mais bizarra e mais sem sentido de toda a história do rock ‘n roll nunca fez emplacou um único, um mísero hitzinho entre os 100 – repetindo: ENTRE OS 100 – mais tocados das paradas. Afinal, o que esperar de uma figura que combinava o primeiro nome de Marylin Monroe com o sobrenome de Charles Manson?

Ainda assim, virava e mexia o cara tava lá, seja em um jornal internacional, seja numa revista de música, seja em algum blog do underground musical. Sempre, claro, acompanhado de alguma notícia igualmente bizarra, tipo arrancar as duas últimas costelas para praticar felação em si próprio.

Felizmente, do mesmo buraco do qual saiu, Marylin Manson voltou.

Tomara que pra nunca mais voltar…

Esse post foi publicado em Despontando para o anonimato e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.