O Castelo de Fontainebleau

Já que esta semana evoca seções “esquecidas” deste espaço, vamos retomar uma seção que tem andado às moscas nos últimos meses: a Arquitetura. Para compensar o abandono material durante este período todo, vamos retomá-la em alto estilo, indo para um dos lugares mais bonitos e mais negligenciados da nação francesa: o Castelo de Fontainebleau.

Castelo de Fontainebleau

Oficialmente conhecido como Royal Château de Fontainebleau, o Castelo situa-se na pequena e pacata cidade de mesmo nome. A apenas 60 km de Paris, o Castelo revela-se um passeio ideal para quem quer fugir da agitação parisiense e dar um bate-e-volta numa cidade próxima.

Construído no século XII por Luís VII e reformado no século XVI por Francisco I, o Château de Fontainebleau é a expressão máxima do Maneirismo em terras francesas. Encantando com o esplendor e o humanismo do Renascimento italiano, Francisco I decidiu que a antiga residência de caça dos reis franceses deveria passar por uma, digamos, “nova roupagem”, que introduzisse elementos da arquitetura italiana, sem, no entanto, olvidar-se das tradições seculares francesas nessa matéria.

Por isso mesmo, o Maneirismo se fez tão presente em Fontainebleau. Essa escola arquitetônica pregava a contradição como método, isto é, a procura de um justo equilíbrio entre coisas opostas, a fim de encontrar uma nova e diferente forma para o mesmo desenho. Dessa forma, desenhos clássicos deveriam se harmonizar com os elementos inovadores e humanistas do Renascimento, sem que um anulasse o outro. A junção delicada de esculturas, metal, pinturas e trabalhos em madeira foi tão precisa que, na França, o Maneirismo foi renomeado com a alcunha de sua obra mais relevante: Estilo Fontainebleau.

Arquitetos e engenheiros entenderam bem as recomendações do rei francês. A construção se estende por um parque de 130 hectares, no qual o suntuoso prédio harmoniza-se no meio de um conjunto que reúne um lago e um imenso jardim. No seu interior, 1500 salas se espalham pelas quatro alas do Castelo, a representar as diferentes épocas pelas quais passou. Para ser mais exato, não se pode falar precisamente em alas, porque Fontainebleau é a reunião harmoniosa de vários castelos, construídos em diferentes épocas pelos sucessivos reis franceses, cada qual voltado para o seu próprio pátio (Cour).

De todo o conjunto arquitetônico, a parte que realmente chama mais a atenção é a escadaria principal. Desenhada por Jean Androuet du Cerceau e construída nos tempos de Luís XIII, a escadaria tem o curioso formato de uma ferradura. Estrategicamente localizada, ela permite o acesso direto a diversas partes do Château. Não à toa, é o verdadeiro cartão de visitas do Château.

Escadaria de Fontainebleau

Se, por um lado, Fontainebleau não faz sombra a Versalhes no quesito luxo arquitetônico, por outro seu interior não encontra paralelo nas terras francesas. Ricamente decorado com elementos renascentistas, o Castelo reúne uma excepcional coleção de pinturas, esculturas e objetos de arte, dentre os quais se destaca, claro, o magnífico Trono de Napoleão.

Trono de Napoleão I

E por falar em Napoleão, foi em Fontainebleau que o corso assinou sua primeira abdicação ao trono, em 1814. Pelo Tratado de Fontainebleau, além de renunciar ao reinado francês, Napoleão deveria ficar exilado em Elba, de onde sairia um ano depois para formar o Governo dos Cem dias.

Chegar em Fontainebleau não é difícil. De trem, você deve ir até a Gare de Lyon e pegar o comboio com destino a Fontainebleau-Avon. Os trens saem de hora em hora e você desembarca na estação da cidade, a pouco mais de 2km do Castelo. Para quem gosta e tem mais preguiça de andar, uma opção mais conveniente é ir de carro. Basta pegar a A6 e seguir as placas em direção ao Château. Não tem erro.

De carro ou de trem, o importante é não deixar de ir a Fontainebleau. Poucos lugares na França reúnem de maneira tão graciosa beleza, grandiosidade e história.

Esse post foi publicado em Arquitetura, Dicas de viagem e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.